quarta-feira, 13 de maio de 2015

UMA NOVA TEIA.

Se atentarmos para os acontecimentos recentes, e todos os problemas que afligem a nossa sociedade, inflação e desemprego, crise de energética, pandemias, colapso do sistema de assistência à saúde, drogas, violência, poluição e desastres ambientais, guerras, totalitarismo, corrupção, e o destroçamento da estrutura mais básica da sociedade, a família.


Todas estas facetas nefastas do nosso contexto econômico-social, não passam tal qual defende Capra, de uma profunda crise de percepção e uma total inversão de valores, onde o certo é errado e o errado virou prática.

Esta crise ainda segundo Capra esta enraizada em uma visão obsoleta da realidade, visão esta baseada em conceitos cartesianos, incapazes de entender o todo. Esta visão tenta resolver os problemas combatendo seus efeitos e não suas causas. Por exemplo, combater problemas cardíacos com cirurgias e drogas cada vez mais caras ao invés de prover a reeducação alimentar da população.
Necessitamos de uma nova visão de mundo, uma visão integrativa e holística, que nos faça entender que não somos um ser isolado, mais um componente de um todo, que só pode ser harmônico, se cada elemento do sistema primar pela sublimação das relações e interconexões entre os homens e entre estes e a natureza.
 Em últimas palavras necessitamos não de uma nova teoria sobre a “Teia da Vida*”, mas de uma nova teia.

Roger Coutinho

* http://www.fritjofcapra.net/bibliography.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário