quinta-feira, 4 de junho de 2015

MEIO AMBIENTE: BEM DE USO COMUM DO POVO E ESSENCIAL À QUALIDADE DE VIDA.

Durante esta semana várias ações e atividades foram desenvolvidas em comemoração a Semana do Meio Ambiente, palestras, debates, plantios de árvores, e tudo mais que se costuma fazer. Mas poucas destas ações são realmente eficazes para promover o belo lema da nossa velha e nestes tempos tão esquecida Carta Magna.

“TODOS TÊM DIREITO AO MEIO AMBIENTE ECOLOGICAMENTE EQUILIBRADO, BEM DE USO COMUM DO POVO E ESSENCIAL À QUALIDADE DE VIDA IMPONDO-SE AO PODER PÚBLICO E À COLETIVIDADE O DEVER DE DEFENDÊ-LO E PRESERVÁ-LO PARA AS PRESENTES E FUTURAS GERAÇÕES”

Não tenho dúvidas e acredito que o meio ambiente é um bem do povo, do homem, e que devemos conservar o meio ambiente para o homem. As outras espécies devem ser respeitadas, a terra dever ser cuidada, mas se desconsideramos as necessidades humanas e sua relação social e econômica com ambiente, qual a razão de cuidar da terra para a s futuras gerações, pois se não cuidamos do bicho homem hoje, para quem ficará o legado do meio ambiente sadio e equilibrado. Afinal conforme bem define Sachs.

“O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL OBEDECE AO DUPLO IMPERATIVO ÉTICO DA SOLIDARIEDADE COM AS GERAÇÕES PRESENTES E FUTURAS, E EXIGE A EXPLICITAÇÃO DE CRITÉRIOS DE SUSTENTABILIDADE SOCIAL E AMBIENTAL E DE VIABILIDADE ECONÔMICA. ESTRITAMENTE FALANDO, APENAS AS SOLUÇÕES QUE CONSIDERAM ESTES TRÊS ELEMENTOS, ISTO É, QUE PROMOVAM O CRESCIMENTO ECONÔMICO COM IMPACTOS POSITIVOS EM TERMOS SOCIAIS E AMBIENTAIS, MERECEM A DENOMINAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO.”


Assim, em meio a tanta conversa sobre o certo e o errado, sobre quem é culpado pela falta d’água nas torneiras, e outros discursos longos e por vezes infrutíferos. Confesso que fiquei satisfeito ontem ao ver que um grupo de autores sociais, com seus mais diversos interesses, se uniu por uma causa reconhecidamente pro sustentabilidade, mas sem esquecer que o ser humano é o personagem mais importante.

E desta união que merece aplausos, foi entregue à Cooperativa Reciclar um centro de triagem de recicláveis, que além de contribuir para a qualidade ambiental da nossa terra, certamente trará mais qualidade de vida e segurança para cerca de 40 trabalhadores. Para mim este foi o ápice da semana de meio ambiente.

Parabéns a todos!

Roger Coutinho

Nenhum comentário:

Postar um comentário